domingo, 29 de junho de 2008

Não há memória

Todas as palavras são poucas para descrever o que se passou na Lardosa neste dia 29 de Junho de 2008. Data a registar, e pensar no ano que vem...
BEM HAJAM A TODOS QUE ACEITARAM O MEU CONVITE.
O meu objectivo foi cumprido, tratar bem quem visita a Lardosa.
Desde muito cedo percebi que em regime de convite se consegue além de amizade, uma coisa que, só participando nos apercebemos da grandiosidade que é o ser HUMANO.
A música foi escolhida a preceito, os convidados a dedo, o local, o possível, a data, a melhor para todos, a terra, a LARDOSA, 0 itinerário, o conveniente, o ambiente, NÃO HÁ MEMÓRIA.
Pelas 08H30 do dia 29 de Junho realizou - se na Lardosa a inédita confraternização das pasteleiras aqui da nossa zona. O pequeno almoço servido com pompa e circunstância foi no recinto da feira do feijão frade, onde não faltou uma apetitosa guitarra, queijo de ovelha e à cabreira, azeitonas e um famoso branquinho do Alentejo que fiz questão de dar a saborear aos meus convidados.
Desde a Lardosa, a Alcains, Barbaído, Juncal, Castelo Branco, Lousa, tive convidados de todas as classes etárias, fazendo esta rapaziada amiga questão de mostrar um pouco daquilo que foi o seu tempo de outrora. Uns vestidos a rigor, com roupas daquelas tempos, outros nem por isso, mas justificando a minha única exigência: a bóina vinha lá.
Fica a promessa em meu nome que para a próxima existirá um prémio para o fardamento alusivo ao evento.
A saída, depois de algumas verificações técnicas deu - se eram para aí sete e pico, oito e coisa nove e tal, pelas ruas da Lardosa, em direcção ao Vale da Torre, onde tomámos o cafezinho matinal na Associação daquela Aldeia.

Dalí até às Zebras foi ver a rapaziada cortar o vento, da melhor maneira possível, e se houvesse quem nos visse diría que malucos!!!??tótós!!?? ou coisa que o valhe, em libertarmos o pequenino que há em nós, e que em certas alturas vem ao decima!!!!!
Tanto que eu gosto disto!!!

Um reviver destas coisas, bem!!!! Só mesmo visto!!










Cada um à sua maneira, lá nos aproximavamos das Zebras para o petit déjèner, bem comido e regado na Associação das Zebras.
O amigo António Lourenço, figura esta a mais nova da rapaziada, sempre com uma disposição invejável..
Esta meus amigos, é digna de constar no meu album, para daqui as uns anos recordar, e contar aos meus netos como foi...
O Camisola amarela, em mais uma tentativa de fuga falhada!!! Ganda Nelson...
Em BTT o asfalto faz mal à saúde, aqui foi lindo de ver esta estrada repleta desta humilde gente que quis participar num domingo diferente.










A subida das Zebras para a Lardosa, foi de tal forma que o amigo Zé Victor chamou - me todos os nomes, ah ah...pudera, depois de uma grande descida....
Lardosa alí, e palavras para quê??!!
As burras tinham sede!!!!
Os donos também, e então no Tá Se bem, com muito sacrfício água para toda a gente!!!
No chafariz do largo da igreja, houve mesmo quem tomasse banho, pois o calor era de tal ordem que atingia quase os 35 graus.
Como a rapaziada chegou à Lardosa por volta das 11H30´, tivemos bem tempo de nos refrescarmos até à hora de alomço.






Será isto vontade de confraternizar???!!!É sim senhor!!!
Banhos na piscina, de chuveiro, na piscina de corpo inteiro, e o almoço no telheiro da escola primária(telheiro) da Lardosa.
Termino, agradecendo todos os apoios para que um evento destes tivesse pernas para andar:
-Junta de Freguesia da LARDOSA;
-Talhos Amadeu Neto;
-Associação das Zebras;
-Águas Fonte da Fraga;
- AMIGOS;
Desta maneira, é pouco para vos agradecer a grandiosidade deste inédito evento das pasteleiras na nossa zona.
Bem hajam...
Para o ano há mais, vamos talvez alargar um pouco, mas mesmo muito pouco as inscrições, porque a qualidade destas coisas só se consegue assim....
Tira as mãos do travão...a subir ou a descer...
Fotos aqui:
Nota: 1 bicicleta com avaria mecânica;
Algumas casas de bicicletas amigas, conseguiram esgotar os stoks que já há alguns anos jaziam nas suas prateleiras e , quiçá com destino marcado para o caldeiro do lixo;
Acabo, com a sensação de objectivo cumprido e aposta ganha...
Pinto Infante

3 comentários:

CLI disse...

Viva, amigo Pinto!!! Fiquei com imensa pena de não poder acompanhar-vos naquela grande festa de tempos passados (problemas de logistica primeiro pessoais e depois tiveram a culpa...). Mas porque outra voltinha para o ano e não para daquí a uns poucos meses?
Receve um grande abraço e parabéns pela tua brilhante ideia.

JORGE disse...

Também tenho muita pena não ter podido ir. Coisa linda ver estas meninas a circular. Parabéns pela iniciativa.

rarn disse...

Caro Amigo Pinto Infante

Só tu para desenterrares estes tesouros perdidos :-)

Já me fizeste ir a cascos de rolha, descobrir uma pasteleira pertencente à família da minha mulher a fim de a equipar com X0, Avid Juicy carbon, e claro um pedaleiro XTR, porque, para o ano estou lá. É uma pasteleira tunning, ah ah ah

Parabéns Amigo. Esta iniciativa merece um reconhecimento.

1 Abraço