domingo, 17 de junho de 2018

...acender a velinha pela VII vez...

2018 chegou com alguns projectos lançados no mês de janeiro, à semelhança de todos os anos.
Se os consigo concretizar ou não, é outra história.
Até hoje, todos os desafios ou projectos têm corrido bem, e conseguido todos eles chegar a bom porto.
Carrega na foto, para veres todas:
https://photos.app.goo.gl/4oWtwLodfzg7r3vm6
Iniciamos esta aventura 8 companheiros do pedal.
A logística e vontade dos convivas cresceu, e através da soberba colaboração dos bastidores profissionais, conseguimos de há três anos para cá alargar o número até 20, sendo que em 2018 participamos o maior pelotão e sempre.
17.
O número é coisa que não me diz nada, mais ainda quando até acarreta maior preocupação obrigando a redobrar ainda mais a segurança na estrada.
2018 trouxe muito sangue novo a este grupo, o que reforçou ainda mais a alegria da rapaziada ao longo dos 168 kms, com algumas peripécias de novatos.
Furos, furos e mais furos.
Não vergando a vontade de acender a velinha, os 17 convivas após longos 168 kms lá estavam de saúde, bravura e com sorriso nos lábios para desfrutarmos do prazer de mais uma viagem bem sucedida.
Ao repasto que cada um levava, partilhamos uma bela almoçarada em tom de convívio, e prazer realizado.
Não posso terminar este post, sem os agradecimentos especiais, a pessoas especiais, pois sem eles nada deste evento seria possível, com este conforto.
Um ano peculiar, pois todas as dúvidas foram lançadas para a mesa, mas conseguimos.
Ao comandante(em Suplência) do Comando Territorial da GNR de Castelo Branco, a figura do Sr.º T.Cor Miranda, o meu(nosso) muito bem hajam;
Ao Antunes, com tristeza nossa não pode estar presente por razões profissionais, mas a mente sempre presente;
Ao Freire, ao Cruz e ao Gonçalves. a Vossa presença, constitui e constituirá sempre uma voto de agradecimento.
BEM HAJAM A TODOS.
2019 já o começo a preparar, com visita a Tomar.
bem hajam a todos pela companhia.
Pinto, o Infante

segunda-feira, 28 de maio de 2018

...maratona do Alegro...

Não é fácil nos dias de hoje, para quem gosta desta modalidade, participar num evento desta ou outra envergadura, pelo simples prazer de participar.
 Quem organiza, fá-lo com dedicação e qualidade, mas quase tudo é em prol da competição.
Quanto a mim que gosto deste mundo, a envolvência, começar e acabar direitinho, constituem objectivos únicos.
Se adicionarmos o aparato, ver malta que tal como eu gosta de simplesmente participar, e porque não ver os ditos atletas a arrancarem pedras e passarem por mim que me abanam(o que não é fácil), melhor ainda.
É a 2ª vez que participo neste(azarado)evento.
O ano passado, na minha opinião foi uma  dura, ou não estava bem preparado, mas pareceu mais difícil que este ano.
Azarado evento porquê:
Ora se no ano de 2017 fui picado por um moscardo(aos quais sou alérgico), este ano a minha companheira, vergou;
Sem saber como nem porquê, a minha corrente partiu 4 vezes.
A somar a estas 4, mais uma por solidariedade a um companheiro, arranjei a corrente acando também ele a maratona.
Nunca me tinha acontecido uma destas!!!
A última vez que partiu foi só quando faltava 1 km para a meta; coisa horrível...
Posto isto, e apesar de enervado mas feliz, direitinho, banho e belo repasto com ementa de frango na brasa.
Um evento na minha opinião de qualidade, que pertence não sei o quê de competição, com trilhos para todos os gostos, muito agradáveis, e notava-se escolhidos por que anda nisto.
O dia estava com temperaturas a condizer,
Parabéns à organização, porque Castelo Branco merece estas festas, sejam em torno da bicicleta, motos ou carros.
Para o ano, espero que à 3ª seja de vez, e me corra a coisa melhor.
Sem travões, agradecendo a companhia enquanto houve bicicleta do meu amigo Micaelo e filhote.
Pinto Infante

segunda-feira, 21 de maio de 2018

Rescaldo da VII edição "ROTA DOS LAGARTOS", GPS

Mais um ano passa, mais uma organização trouxe para a terra onde moro, a Lardosa um pelotão à medida deste passeio, de gentes que gostam simplesmente de passar um domingo como outro qualquer, praticando desporto e se possível tento brindar quem cá vem por trilhos novos, com coordenadas diferentes ano após ano.
Escolhi o limite a singela mas bonita aldeia Mata da Rainha.
Consegui lá chegar por trilhos que culminaram nos 28,2 kms.
Achei bom, porque tudo o que foge destas distâncias, quanto a mim, perde-se qualquer coisa.
Umas quedas pelo caminho, penso nada de grave, sendo que só alguns cromados de braços e pernas esmurrados, mas felizmente nada de maior, e assim endereço as melhoras às duas quedas.
A edição VII acabou, já estou em mente a edição de 2019, deixando a promessa de tentativa de trilhos novos.
Agradecimentos especiais:
Junta de Freguesia da Lardosa;
Eternos voluntários, Qui Tó e Duarte.
Este ano com um local de ZA, muito agradável, que o Sr.º Carlos Sousa nos disponibilizou na Mata da Rainha.
A todos/as  participantes, o meu bem hajam.
Venha de lá a VIII edição da ROTA DOS LAGARTOS, orientados por GPS.
Aquele de sempre, sem travões....a subir claro...
Pinto Infante

segunda-feira, 30 de abril de 2018

passeio btt orientados por gps"ROTA DOS LAGARTOS"

Data: 20 de maio de 2018;
Local: Lardosa;
Limitado a 100 participantes;
Data limite de inscrição, 16 de maio;
59 kms orientados por GPS;
Em autonomia;
Não há seguro;

Não há carro de apoio/vassouras;
Concentração: Frente ao ringue de futebol de salão na Lardosa;
Briefing;
Saída 1ª equipa 08H50´;
Abastecimento sólido km 28;
Lavagem de bikes;
Banho;
€5 bikes(a pagar no dia);
As inscrições podem ser feitas a solo, ou em equipa;
Proponho-VOS pela VII vez um passeio com paisagens bonitas e com novas coordenadas;
As inscrições ou informações são através do Email:
pintoinfante68@gmail.com
Orientem-se em equipa ou a solo.
Vou colocando noticias e informações aqui ou através da página:
https://www.facebook.com/asvoltasdopintoinfante/

domingo, 22 de abril de 2018

...desta vez saiu coelhone da cartola...


Ora se na 2ª feira deu porcão chamado "BABE", esta 5ª feira deu coelhone.
Fui dar mais uma das minhas, numa manhã desportiva, para os lados dos Escalos de Cima e os de Baixo.
Como nesta altura do ano, digo sempre, a companhia da que mais gosto, é a grossa. Saí de casa pelas 9 da manhã até lugares onde não passava há uns tempos.
Da Lardosa saí, descendo pelos Areões/Casinhas, ou seja vacas para quem apelida aquela zona assim. Cá do alto, esta zona possui umas vistas muito agradáveis, pois até à aldeia de Monsanto, consegue-se ver uma paisagem muito bonita.
Alto da Lousa, e Santa Bárbara, agora com cara lavada, graças às obras que por ali fizeram, deram lugar a uma chapa de registo, e que aproveito para dar os parabéns a quem teve a ideia de reforçar a qualidade desta Ermida, pois agora para o dia de celebração de St.ª Bárbara, possuem WCs, e um espaço muito acolhedor.
Parabéns.
Depois, a partir da Lousa fiquei na dúvida qual a volta a continuar...
Decidi ir pela rotunda do pneu, onde me apercebi que as fitas colocadas no trilho, deviam pertencer ao passeio dos ESCALASABAIXO(passeio este que faltei pela 1ª vez por razões profissionais).

A m...da lesão que me impede constantemente de correr, agora até na bike me começa a irritar.
Um pico sentia ao pedalar. Maldita....
Com o andamento, cada vez me sentia mais durido e enervado com esta porra.
No inicio era na corrida, passou para a caminhada, agora até na bike me incomoda!!!
 
Com calma, mas aborrecido QB com esta situação passei ao lado dos Escalos de Cima e Alcains era ali.
Paragem quase obrigatória no Baratas, desci pela ribeira das rabaças, agora com um caudal digno da maneira antiga, onde as piscinas actuais eram aqui o nosso espaço de mergulhos,cambalhotas e alegrias antigas.
Umas chapas de registo, e casa, que a perna enervava cada vez mais...
Ou paro e trato disto(o que acho difícil), ou não sei o que faça!!!
Na terra dos moleiros, a Póvoa de Rio de Moinhos, tive mesmo que parar um pouco, fazer alguns alongamentos, porque ainda faltava chegar à Lardosa.
Através dos singles, outrora caminhos que ligavam esta aldeia, à barragem da Santa Águeda/Marateca cheguei a casa com uma pilha em cima, pois quanto mais quero, menos a dor da perna deixa.
Uma volta de 5ª feira desportiva, terminada como possível, mas, mas...
Pinto Infante

quinta-feira, 19 de abril de 2018

...o porcão chamado "BABE"...

 Era uma vez...
Uuufff...
O rapaz foi fotografado com estilo,,,
Há tanto tempo que não escrevo no meu cantinho preferido...
No fim de semana passado, houve direito a folga prolongada do serviço, e encaixando-o na 2ª feira deu para percorrer os bonitos campos que agora sim, começam a manifestar sinais de uma primavera, que se calhar vai ser transformada em Verão repentino.
Com o GPS"ROTA DOS LAGARTOS" dia 20 de maio a aproximar-se, tudo está tratado, faltando percorrer o trilho lá mais para a frente, para ver se tudo está como sempre, ou seja tudo para correr bem, e receber quem queira participar.
Posto isto, a 2ª feira o que esperava era um passeio rolante, e calmo, mas tudo foi algo atípico e invulgar.

Até ao Louriçal do Campo tudo dentro da normalidade.
Depois, em aslfalto a rolar com um ritmo elevado, esbarro num verdadeiro barrasco, que mais me parecia um boi.
Travões a fundo, encarar a situação, pois o rapaz metia respeito.
Que grande cagaço!!!
Promovi todas as diligências, para saber como e de quem seria; Em vão...
Consegui tirar o "BABE" da estrada, não fosse o diabo tecê-las, e após meia hora parado, segui a minha agradável manhã desportiva.

Subi um pouquinho mais até à estrada da Oles, e depois seguiu-se a Santa Águeda/Marateca.
Nesta 2ª feira, vacinado do calor que tinha apanhado no sábado, já me fazia acompanhar um pouco de roupa mais fresca, mas ainda assim, tive que aliviar a carga no meio desta volta.
Destino a seguir, Póvoa de Rio de Moinhos.
Encontrei pelo caminho alguns amigos de longa data, que tratavam dos seus pertences e quintinhas, dois dedos de conversa e siga.
Os campos de facto refletem uma beleza enorme.
Cor; Muita cor diversificada colocam ainda mais vontade de pedalar todo o dia, assim houvesse pernas.
Na Póvoa, comecei a acusar algum cansaço, e decidi mudar o trilho que levava no GPS,  que tinha ainda como destino a minha terra Natal.
Alcains.
Logo lá vou pensei.
Pela zona da "tira calça" acedi à zona do feijão frade.
Uma bela volta, com um caso diferente para contar, mas como este animal e história, até hoje pouco assisti.
Venham de lá destas, de preferência, sem porcão BABE.
Aquele de sempre, sem travões,,,a subir claro,,,,mas desta vez foram bem utilizados numa recta.
Não te atrases se queres participar no passeio btt, "ROTA DOS LAGARTOS" orientados por GPS
Pinto Infante

quinta-feira, 5 de abril de 2018

INSCRIÇÕES ABERTAS, ROTA DO LAGARTOS

Inscrições abertas, para a VII edição do passeio BTT orientados por GPS"ROTA DOS LAGARTOS", Lardosa.

59 Kms em autonomia;
Não há seguro;
Não há carro de apoio/vassouras;
Concentração dia 20 de maio na Lardosa em frente ao ringue de futebol de salão na Lardosa;
Briefing;
Saída 1ª equipa 08H50´;
Abastecimento sólido km 28;
Lavagem de bikes;
Banho;
€5 bikes(a pagar no dia);
As inscrições podem ser feitas a solo, ou em equipa;
Proponho-VOS mais uma vez um passeio com paisagens bonitas e com novas coordenadas, como habitualmente;
As inscrições ou informações são através do Email:
pintoinfante68@gmail.com

Orientem-se em equipa ou a solo.
Vou colocando noticias e informações aqui ou através da página:
https://www.facebook.com/asvoltasdopintoinfante/

BEM VINDOS