segunda-feira, 27 de maio de 2019

...a VIII edição dos lagartos já foi...

Carrega na foto:
A VIII edição do passeio BTT orientados por GPS, tem vindo ano após ano a manifestar-se dos poucos passeios que por aí se fazem, sem qualquer tipo de competições, sendo os valores mais altos deste evento, simplesmente uma manhã de domingo bem passada na companhia de companheiros do pedal, começar à hora, em equipa ou a solo, e chegarmos todos direitinhos.
2019 não foi excepção.
À chamada deste ano tinha o número record de inscritos.
82 companheiros;(compareceram uns a menos!!!);
Uns repetentes de longa data, outros receberam o baptismo da lagartada, enfim, um excelente pelotão a partilhar a mesma vontade.
Fui ao longo do ano, carregando no baú trilho após trilho, incluindo para este ano umas coordenadas que ditavam alguma perícia e técnica nos singles e carreiros de ovelhas.
A saída foi da Lardosa, rolante com destino ao alto da Lousa. Escalos de Baixo a seguir, local que escolhi junto ao bonito chafariz para a "minha" rapaziada lá estar com os grelhadinhos da praxe.
Um repasto habitual;
A 2ª parte do percurso, além de o considerar mais técnico, envolvia zonas rápidas, muitas bredas e single traks, que sempre que existia reconhecimento, sentia-os algo duros, mas ricos de beleza para estes eventos.
Carrega na foto e desfruta dos filmes do Olegário:
A rota do leite, percurso tantas vezes percorrido com os avós maternos na carroça, era o caminho que antigamente ligava Alcains a Póvoa de Rio de Moinhos.
Um caminho devoto agora ao abandono, que careceu de autorização de particulares, a quem agradeço ao meu amigo Caldeira a autorização de passagem.(obrigado).
A tentativa todos os anos de introduzir bredas, quelhas e trilhos novos, são uma constante, e penso que este ano, mais uma vez consegui mostrar coisas algo novas.
Santa Águeda. Aquele espaço de magia.
Elaborei o trilho, com uma perpectiva de olhar diferente; De baixo para cima.
É um "monstro" olharmos para a barragem desta forma.
Lardosa, e no local de partida, frente ao café LUIMAR, naturalmente chegamos.
13H15´ chegava bem disposto o último grupo de malta.
Dever e objectivo concretizado.
Quem marcou almoço, esteve presente para uma bela caldeirada de bacalhau, e uns garruços pela tarde fora.
Ao presentes, aos ausentes, o meu bem haja pela participação neste simples, mas para mim grande evento, que todos os anos recebe coordenadas novas e gentes novas, claro está com gentes repetentes.
Agradecimentos:
Junta de freguesia da Lardosa;
Espaço e café LUIMAR, fantástica ideia de saída e chegada, com serviço brutal(bem haja Luisa);
União de freguesias dos Escalos de Baixo e Mata;
Aos voluntários de sempre e novos:
Duarte, Qui Tó, ao Carlos, aos novatos Fatura, ao Luis, à Ana, Roquin.
Bem haja a todos.
As coordenadas de 2020 vão com toda a certeza alterar, como sempre, vou revoltar o baú, procurar, fazer o trabalho de casa.
Se não houver imprevistos(como este ano), 17 de maio de 2020, cá VOS espero.
Aquele de sempre, sem travões....a subir claro...
Pinto Infante

terça-feira, 14 de maio de 2019

segunda-feira, 6 de maio de 2019

...os lagartos, andinaí...

O GPS, ROTA DOS LAGARTOS deste ano 2019, este ano particularmente está a mexer um pouco com os meus sentimentos, pois o trilho na sua parte final vai percorrer becos que sempre que o faço em reconhecimento me trasem à memória momentos familiares dos avós Maternos.
Ora vê aqui um pequeno rescaldo de mais uma volta das minhas, e este ano vou introduzir no dia 26 de maio:
https://pintoinfante.blogspot.com/search?q=na+senda+da+carro%C3%A7a
O nome deste pouquinho, embora quase todo ele devoto ao abandonado chamava-se "a rota do leite". Um simples caminho que ligava a terra dos Moleiros, à terra deles; a minha terra Natal; Alcains.
Esta é a razão pela qual me levou a introduzi-lo para dia 26 de maio, pois com autorização dos donos, lá passaremos.
Os trilhos e campos, estão carregados com uma beleza um pouco diferentes dos anos anteriores, em virtude da muitas quantidades de água que têm caído.
Há já quem diga que é o ano da erva.
Pode ser, mas a realidade é que as cores dos campos estão fantásticas e maravilhosas.
Em todo o circuito a tamanha quantidade de erva é tanta, que já percorri o trilho várias vezes, e não consigo deixar o mato com as marcas da bike.
Além das ervas, as paisagens são aquelas do costume, ou seja vislumbramos toda a nossa Beira, sempre bonita constituída por planícies, montes e cabeços típicos daqui.

Ao longo, e como sempre nas 7 edições da rota dos lagartos, tento que o nosso bonito património seja apreciado.
Este ano vamos passar por 6 terras que se situam ao lado da Lardosa.
Foi desta forma que enriqueci mais uma vez o baú, a VIII edição da ROTA DOS LAGARTOS, e provavelmente ainda lá irei para desbravar e marcar quanto mais melhor a grossas pelo mato.
Aquele de sempre, sem travões...a subir claro.
Pinto, o Infante

sexta-feira, 12 de abril de 2019

...volta, espreitadela, e mais do mesmo...

Ontem foi dia de pedalada.
A malta nem sabe muito bem o que vestir, sendo que os mais elegantes como eu, qualquer farrapinho fica bem...ou não!!!
Sai vestido como se inverno se tratasse; Mais ou menos, mas com o decorrer da manhã, os tons de primavera apareciam.
Fui por aí até ao alto da Lousa passando pelos areões, mais conhecidos pelas vacas; 
Com andamentos ao meu nível, os suores naturalmente apareciam; Novamente com mochila às costas, desfrutei de paisagens muito bonitas, pois a chuva/sol a isto permite.
Escalos de Cima e Escalos de Baixo, passando pelo monte dos cavalos, uma zona que se vislumbra Castelo Branco ao longe, e neste dia, tive que virar para trás e registar com a digital o bonito chapéu branco que a serra da Estrela tem, nesta altura primaveril.
Não é normal nesta altura do ano, ver esta chapa, mas a neve e principalmente a chuva tanto fazem cá falta. Segui até aos de Baixo, os Escalos.
Ora se estava nos de Baixo, nem sabia muito bem para onde virar; Decidi vir até às piscinas de Alcains via Monte de São Luís, fazendo a entrada em Alcains.
Da minha terra Natal, para chegar à Lardosa, evitando sempre os mesmos trilhos, fui pelo Ti Manel Carvalho, Tira calça e Santa Águeda, local este de passagem da rapaziada que vai participar na VIII edição da ROTA DOS LAGARTOS, passeio BTT orientados por GPS.
Um buraquinho muito antes desejado, e finalmente VOILÁ.

É como toda a malta sabe, um local magnífico.
Sem antes chegar, e de quando em vez acontecem-me, alguns animais no caminho:
Desde cordeiros, porcos ovelhas, burros, cavalos e sei lá mais, desta vez à chegada à saída de Alcains, um cabrito com a pata partida no caminho, como se não bastasse, no descarregador da barragem, um gato!!!
Irra...
mais uma bela volta de 5ª feira desportiva que deu um pouco para tudo.
Não te esqueças, caso estejas interessado em participar no passeio BTT ROTA DOS LAGARTOS, orientados por GPS, não deixes para os últimos dias.
Informações e inscrições:
pintoinfante68@gmail.com
Boa e Santa Páscoa
Pinto nfante

quarta-feira, 27 de março de 2019

...relembrando um empeno...

Nesta 3ª feira tudo tinha programado para uma volta de mochila às costas, agarrar na grossa, relembrar velhos tempos à antiga e com a bucha metida na mochila, ir desfrutar de um dia até me aguentar, simplesmente por aí.
Tinha colocado na mente, uma visita até às fantásticas cerejeiras em flôr para os lados de Alcongosta, aquela que apelido de aldeia presépio.
Logo ao sair de casa passou o João Dias e um companheiro, que na sua volta matinal iam de fininha; Cedo me apercebi do estúpido vento, que iria ter como companheiro.
Mas, a vontade de ir lá ao alto, foi-se desmoronando; Em ascensão até à Soalheira, o gajo soprava como que a enviar-me para casa; Não és mais teimoso que eu...
Escondia-me da forma possível: Louriçal, decidi subir directo pelo café do taxista, até às águas que correm livremente Gardunha abaixo.
Uma vez que aqui estava, o registo fotográfico ia aparecendo.
Casal da Serra, e fui até aos castanheiros, local que não visitava há muito. É desolador a vista ainda fustigada pelo fogo.
Deslumbrei ao longe um estradão que desconhecia até às eólicas se calhar da Paradanta; Quiçá...
Desci até São Vicente da Beira. O vento dava agora por volta das 11 horas da manhã algumas tréguas(poucas).
Carrega na foto:

Mais umas fotos de registo como gosto de ilustrar as voltas do Pinto Infante.
Marateca/Santa Águeda.
A velocidade e dia de andar de bike normal eram agora as minhas quintas, pois as subidas tinham acabado.
Póvoa de Rio de Moinhos e Alcains.
Meio dia.
Fantástico. Começava a relembrar os tempos de outrora em Portalegre, na companhia de rapaziada de profissão, amantes nos dias de folga destas andanças.
Patinhas, essas ainda aguentavam os Escalos de Cima e Lardosa.
Uma volta que relembrei, pois eram estas pequenas voltas que se tornavam enormes na amizade, companheirismo, e terapias que trouxe das terras Alentejanas.
Muitas destas, pois para mim, são muito agradáveis.
Domingo, provavelmente as cerejas em flôr.
Aquele, o de sempre, com 82 kms nas patinhas, e um grande empeno.
Pinto Infante

segunda-feira, 18 de março de 2019

...passeio btt orientados por GPS, 26 de maio...

A VIII edição do passeio btt orientados por GPS este ano está complicado acertar a data.
Por razões pessoais já sofreu alteração, e agora forçosamente vai sofrer e espero ser a última alteração para.
26 de maio de 2019.
Confirmado.
Estas trocas têm-se prendido com os meus voluntários e calendário profissional.
Posto isto, agora deixo os pormenores que me parecem importantes: 

Vamos mudar o local de partida e chegada, vamos ter um patrocinador do local de partida e chegada, mas os banhos e local onde deixar os carros e lavagem de bikes vai ser nas piscinas da Lardosa como a imagem.
Escolhi a saída e chegada dentro mesmo da Lardosa, para facilitar as coisas, pois o café "LUIMAR" parece-me central de modo a que ao inicio e chegada, quem quiser beber alguma coisa, o faça de forma cómoda e agradável, pois a logística fica logo ali, é só trazer alguns eurozitos.
Assim, quem quiser participar, deixa o carro/carrinha junto às piscinas, desloca-se de bike até à frente do café LUIMAR, e daí faremos a saída e chegada.
Os banhos e lavagens de bikes são no local onde os carros estão, nas piscinas.
A altimetria
Das mais importantes responsabilidades que peço a cada participante:
A assinatura de presença no abastecimento, ao kms 25,2.
Como não há carro das vassouras nem de assistência, tenho que saber se toda a malta passa na ZA, no final, a mesma coisa.
Passeio orientado por GPS;
55 kms 
Não há seguro;
Não há carro das vassouras;
Não há almoço;
Concentração dia 26 de maio junto às piscinas da Lardosa;
Briefing frente ao café LUIMAR 08h50;
Saída pelas 09H00;
Abastecimento sólido e liquido km 25,2;
Lavagem de bikes;
Banhos;
€5 euros a pagar no dia(conta a tua palavra)
As inscrições abrem dia 31 de março.
Inscrições e informações:
pintoinfante68@gmail.com
Cá VOS espero para mais uma manhã de desporto.
Apoios:
Junta de Freguesia da Lardosa;
Café LUIMAR;
Pinto Infante

terça-feira, 26 de fevereiro de 2019

...11 anos a encher o baú...

2018
De toda a história com inauguração a 26 de fevereiro de 2008, com a minha assinatura, já lá vão algumas organizações, que até hoje penso terem corrido todas ao agrado daqueles que comigo rodeiam as aventuras a pé, de bicicleta, motorizada, ou simplesmente convívios.
Como tem sido hábito ao longo destes 11 anos, vou revoltar este meu cantinho, e tento caracterizar os momentos que registo e me deixaram recordações que sempre tento contar.
Assim foi mais ou menos o ano 2018:
Geotour 2018, a tradicional participação de um só dia, pois dois para mim torna-se algo pesado.

Gosto de por aqui escrever, e ilustrar as minhas voltinhas, pois é através da minha escrita e fotos que as caracterizo.
..."ainda sou do tempo"...em que quando agarrei o barco do bloguismo, muita malta por aqui nestas quintas andava a bater por letra;
Que saudades...
Quanto a mim, embora menos, faço votos de continuar.
Castelo BrancovsFátima 2018, tirada anual a acender a velinha, na companhia de colegas de profissão.
Quando iniciei esta escrita, a quantidade de blogs eram tantos, que difícil era escolher aquele que estaria mais actualizado; Penso não valer pena recordar todos; Mas de facto era agradável ver aqueles que por aqui descreviam as andanças domingueiras ou semanais.
Passeio pedestre de profissão, algo duro mas com uma beleza brutal em torno da barragem Marechal Carmona Idanha a Nova
Ao longo destes 11 anos, além das primaveras também passarem por mim, apareceram novas modernices, novas modalidades, novas formas de desporto, considerando a mais forte, mesmo o abandono de muita malta da grossa para a fininha; Diria, opções em minha opinião.
Passeio de motorizadas da feira do queijo, na minha terra Natal.
Antigamente(pareço um velho a falar), todos os fins de semana existiam passeios BTT,em que a malta da Lardosa(eu), Alcains, Castelo Branco, Vila velha de Rodão, Idanha a Nova nos encontravamos, digo até que toda a terra organizava um passeio BTT;
Fantástico.
Eramos quase sempre os mesmos Beirões a partcipar...
Rota dos lagartos passeio BTT orientados por GPS 2018:
Destino: Aldeia Mata da Rainha.
Quero com isto dizer, embora não se consiga participar em todos, é com alguma tristeza que registo o abandono de quase todos.
Até os domingos, embora muita rapaziada se continue a ver rolar, penso que mais na fininha, quanto a mim estes estão diferentes.
Maratona do Retiro dos Adegas.
A chegada de novos desportos(ainda bem), levaram também alguma quota parte da rapaziada a experimentar estes novos desafios, e levaram ao abandono das rodas; Trails, runnings, são desportos brutais, razão pela qual os admiro pois o contacto directo com a Natureza é tão só de outra dimensão.
Monumental a feira do feijão, e claro:
As minhas velhinhas.
Aqui uma palavra de carinho, a quem comigo faz parte deste evento, que não tenho dúvidas nenhumas em afirmar, em que o ser humano abraça ao longo de doze anos.
Um MUITO BEM HAJA ÀQUELES/AS QUE TODOS OS ANOS ESGOTAM AS INSCRIÇÕES PARA AS VELHINHAS, E PARA O PASSEIO PEDESTRE COM A MINHA ASSINATURA.
O pedestre, com a ideia do meu amigo e eterno voluntário Duarte; Uma ideia fabulosa; O carro das vassouras foi um tractor:
Pedalar continua a ser dos meus desportos favoritos, seja a solo ou acompanhado. As minhas voltinhas, constituem para mim um factor de terapia onde a minha mente se liberta, pois o contacto directo com a Natureza, é simplesmente divinal.
Vi e vejo alguns passeios e maratonas acabarem, sendo que algumas já com alguma projecção, que mostrava que o interior através da bicicleta era mostrado num formato de qualidade; Afinal o interior está ainda vivo.
Ainda assim, algumas das tradições mantêm-se...
Rota dos madeiros Castelo
É neste tipo de eventos, sem vertente competitiva, simplesmente lúdica, que é possível ver e confraternizar com gentes que não se vêm em mais lado nenhum; embora tenha a ideia que todos façam falta, esta é quanto a mim, a minha quinta.
Mais um resistente:
O último do ano.
Repetentes, novas caras, rebeldia, "arrastões" como eu, todos cá fazem falta, cada um à sua maneira.
É desta forma que dou os parabéns ao meu cantinho, AS VOLTAS DO PINTO INFANTE, pois é com enorme prazer e satisfação, que vou por aqui escrevendo, mostrando através da digital e comentários as minhas voltinhas.
Uma palavra de apreço a todos os leitores, amigos e companheiros do pedal, que fazem com que estas histórias vão por aqui continuando, pois a vontade de acabar não é nenhuma.
Os projetos para 2019 estão na forja.
Grande abraço a todos/as, e já agora:
Parabéns BLOG:
AS VOLTAS DO PINTO INFANTE
Aquele, o de sempre, sem travões, a subir claro...
Pinto, o Infante