quinta-feira, 24 de junho de 2010

apelo à solideriedade com a Andreia

Meus amigos, estou a dar a minha colaboração neste evento de solideriedade para com a Andreia.
Assim, e para adiantar mais pormenores a pedido do Pai, o meu colega Catarino, posso adiantar que para quem quiser lá almoçar irá ser servido para o almoço um porco no espeto e bebidas a troco de um valor simbólico a combinar no dia pelos Escuteiros. Haverá banhos no final.
Concentração na sede dos escuteiros;
Cebolais de Cima
Nº da conta bancária - 003507460000436160009 - CGD
Colaborem.
Pinto Infante

domingo, 20 de junho de 2010

...atenciosamente, Nelson e Fidalgo...

Há uma altura do ano em que as bandas da Raia é visitada por um grupo de transeuntes amantes do BTT, que em cima de duas rodas, juntam um bom par de ingredientes e vão até às Termas de Monfortinho desfrutar dum dia pleno de prazer, tudo por culpa de duas pessoas que, pelo simples prazer e amizade nos convidam a participar. Eles mesmo. O Nelson e o Fidalgo. Sem associações clubes ou coisa parecida convidam a rapaziada a troco de nada e fazem deste dia, um convívio digno de registo.
Os ingredientes:
- Bicicleta;
- Família;
- Criação;
- Espaço de laser;
- Piscina;
- Convivas das bikes;
- Repasto;
Enfim, que mais se pode pedir quando se juntam estes ingredientes?!
Este ano de 2010 a opção foi dia 20 de Junho. Belo dia. Ultimo dia de Primavera para a etapa que para mim ligava Lardosa às Termas de Monfortinho. Saímos da Lardosa, Pinto Infante,
Zé Luis e Rui do Amieiro em direcção à Lousa, local combinado com o Nelson para nos juntarmos ao pessoal de Alcains e Escalos. Em bom andamento descemos em direcção à ribeira de Alpreade, e de seguida iniciarmos a subida em alcatrão até à Idanha, ponto de encontro com o pessoal dali.
Nos anos transatos houve ora aqui ora acolá algumas avarias, mas poucas; este ano desde quedas, avarias mecânicas a furos, houve de tudo um pouco, mas não foram obstáculos de modo algum para que a rapaziada não atingi-se o objectivo proposto.
A foto de grupo este ano foi retratada em Alcafozes na nossa Sr.ª do Loreto, padroeira universal da aviação.
Em minha opinião, este ano a foto ficou com umas tonalidades um pouco esquisitas...não é Silvério e João???(se aquilo é equipamento que se tenha!!!???palavra de honra...)eh eh...

Foi também aqui em Alcafozes que aconteceu uma queda algo violenta, protagonizada pelo João Roxo, que ao encarar a passagem de acesso ao ribeiro, precipitou-se na ponte, mas que mesmo assim conseguiu ele também chegar ao fim. Rápidas melhoras é o que te desejo João.
Andar, calor e mais calor caía sobre nós. Com a malta da Idanha sempre a arrancar em primeiro, nos Toulões, e depois de me refrescar saí com eles juntamente com o João Valente. Pedalar, e Campo de tiro e caça e pesca das termas de Monfortinho aproximava-se mesmo debaixo das nossas rodas. Lindo de sentir e observar é sempre o nosso momento de chegada às piscinas. Família à espera de nos abraçar e ver que tudo correu da melhor maneira, sentir aquele carinho de alguém que partilha connosco esta parvoeira do BTT/Ciclismo, e que por vezes nos atura cada birra.... Os filhotes todos contentes ao verem o Pai chegar. "...o meu Pai já chegou"... sussuram...para mim é sempre um momento alto deste dia.

Banho, sempre aquele maldito banho de água temperada ao sabor de Monfortinho, mas rápidamente compensado pela bela temperatura da água da piscina. Pitéu habitual, e a cestinha que bem que sabe.
É com prazer que faço parte desta lista de convidados para passar este belo dia a fazer uma das coisa que me dá prazer, onde a parte que mais falta faz, me acompanha. A famíla e os filhotes.

Pátria é Pátria e por muito mal que isto ande ou a Selecção não nos dê grandes alegrias, basta uma vitória para esquecermos tudo o resto; Crise, qual crise!!!???
Passam-nos a mão pelo lombo com um sorriso nos lábios e tudo é esquecido. Somos Tugas pronto. Victória histórica numa fase destas do Mundial de futebol. Parabéns Portugal.
Resta da minha parte agradecer ao Nelson e Fidalgo pela excelente manhã de BTT e pelo belo dia que proporcionaram a mim e à minha familia. Bem haja pelo convite, e se para o ano fizer parte desta lista direi, presente.
Atenciosamente
Pinto Infante

sexta-feira, 18 de junho de 2010

...o Pinto agarrou um perdigoto...

Olá meus amigos, antes de mais queria aqui relembrar para quem quiser ajudar a Andreia, filha de um colega meu de profissão que está comigo em Castelo Branco, o favor de colaborar nesta acção solidária. Dêem uma olhadela no cartaz do lado direito do blog. Colaborem.
Agora falemos da voltinha que esta 4ª Feira demos por aí.
Saída da Lardosa para a manhã desportiva em direcção a Castelo Branco ao encontro da malta do serviço, e aproveitando para fazer um treininho mais puxado na preparação para o que aí vem este Domingo; Tirada Lardosa/Monfortinho.
Alcains, Santa Apolónia, local este onde me encontrei com o Afonso e o Pereira.
Três bravos para esta volta. O trilho previamente delineado pelo Afonso, seria ida à Lardosa/Marateca/Póvoa/Caféde e Castelo Branco. Ao chegarmos às piscinas de Alcains, distracção e violenta queda do Pereira no alcatrão, embatendo com grande violência no alcatrão partindo o capacete, esmurrou os cromados do corpo duma maneira preocupante, mas mesmo assim lá deu para acabarmos a voltinha proposta.
Não sei porquê, mas este ano, será ano sim para as quedas de bike?! Tanta malta conhecida que este ano já foi ao tapete!!!

Casa do Povo de Alcains, blá blá blá e olha...
Comecei a reparar em algo muito pequenino ao longe a movimentar-se com rapidez; Ao princípio parecia-me um lagarto, mas ao aproximarmo-nos demos com este simpático perdigoto. Pinto, perdigoto...bem...
Agarrei-o para o admirar, fotografa-lo, e de seguida larguei-o para esta cria procurar a sua progenitora.
Viramos na Marateca, e com destino a Castelo Branco, seguimos o itinerário, onde o Pereira um pouco maltratado conseguiu chegar.
Bom treino este, visto o que aí vem. Agora é que a porca torce o rabo???!!! Quando lá chegar espero não ficar baralhado!!!Vamos para o 3ª ano consecutivo, em que faço parte da lista de convidados da dupla Fidalgo/Nelson, para a bela realização Lardosa/Monforinho em BTT. Têm sido dias muito bem passados onde se envolvem as nossas famílias. Aqui as crias tiram o máximo partido do bonito espaço, e das piscinas do campo de tiro e caça de Monfortinho. Vamos ver se me aguento até lá da melhor maneira possível. Pinto Infante.

domingo, 13 de junho de 2010

...temos que ir pensando na coisa...

Caros leitores.
Este post, em tudo está ligado a bicicletas, e que bicicletas. Vou aqui levantar um pouquinho do rabo da senhora. Esta senhora tem por nome"Feira do Feijão Frade 2010".
As coisas começam a moldar - se seriamente em volta da maior concentração de bicicletas antigas da Beira. Estamos a preparar tudo ao pormenor, ou não fosse apanágio das coisas por aqui, pela Lardosa. Quanto a mim, já comecei a preparar um novo selim oferta do meu amigo Luis Franco. Tenho visto poucos como este. O Sarugo tem um igual, mas poucos mais conheço. Ora dêem uma olhadela ao antes e ao depois; Depois, mas não depois final, porque esse final ainda demora.
Antes do aparelho. De perfil. Depois de desmanchado, e já com aparelho. Uma verdadeira beleza...
Ora aí está uma das que vai estar presente. Esta a do Luis Franco que está a ser preparada e a receber as ultimas afinações, pois o desfile destas beldades a isso obriga.
Este ano e mais uma vez a convite da Junta de Freguesia da Lardosa, estou a tentar fazer novas ligações, onde vamos visitar o património ainda existente em que queijarias/vacarias/barracões/lagares ou adegas irão concerteza fazer parte dos olhares e prazeres de quem nos queira visitar.
Bem, não me alongo mais em pormenores, até porque ainda é cedo, mas as nossas princesas agradecem que as levem a passear de vez em quando, e porque não irmos tirando o pó?!
Só mais uma lembradura, e gostava de fazer disto o meu slogan deste ano:
"Será que chegamos às 200 beldades?!"
.....................................................................................................................................................
Como vem sendo hábito, gosto de dar o meu contributo por muito pequeno que seja, em causas que infelizmente por vezes surpreendem o ser humano. Desta vez, a Andreia. Filha de um colega de profissão. O Catarino. A vida pregou - lhe uma finta que só Deus sabe. Um simples desmaio atirou - a para o estado de coma...
Sei as dificuldades que estes Pais têm passado para viver dia a dia.
Complicada por vezes a vida......apareçam se quiserem e puderem, mas contribuam...
Pinto Infante

terça-feira, 8 de junho de 2010

Ligação Zebreira versus Rosmaninhal

Tudo pronto para mais uma etapa de serviço onde o Cicerone destas andanças, o Cap. Zé Luis Alves delineou desta vez a ligação Zebreira/Rosmaninhal. Os obreiros da coisa, os de sempre. Pedalar, uma coisa que além de fazer bem à Saúde, concilia a amizade ao trabalho. O pelotão por razões profissionais mais reduzido do que costume, mas sempre bem composto.
3ª Feira de manhã, assim meti desta vez a minha montada com côr de logística, mas minha querida bike, e na companhia dos do costume lá fui até à Zebreira, local onde tinhamos acabado a ultima etapa. Já só faltam 2 das 7 para completarmos este ciclo muito bem organizado.
O participantes possiveis desta ligação.


Sabia de ante - mão que o meu amigo e companheiro de trabalho, profundo conhecedor desta região, não deixava passar um convívio desta natureza sem pelo menos tentar mostrar - nos um pouco de natureza animal existente por aqui. Os veados, gamos ou mesmo javalis que, a esta hora do dia passeam a seu belo prazer nesta região de reserva.

Ah pois é...
Esta foto é de verdade. Assistência a quanto obrigas?!
Pena, mesmo muita pena tenho eu, em não poder mostrar o que as minhas retinas viram, e que em muito embelezaram esta volta. Foi logo à saída da Zebreira que abri a boca. Com rapidez, tentei em vão apanhar na minha digital a imponência de um veado saltando de vedação em vedação. Mesmo lindo. Uma das razões belas para que se ande de BTT.
Houve de tudo um pouco. Belos estradões, singles e, até uma grande cambalhota sem mal de maior mas, felizmente correu bem. Segundo apurámos no fim das contas feitas, o rapaz estava a comprir uma promessa. Trata- te Ramos, porque para susto chegou...
Com trilhos muito bem seleccionados, Popa, campos de vacas e montes, muitos montes fazendo lembrar o Alentejo foi onde passeamos.
Nunca tinha visitado o Rosmaninhal. Aldeia deitada ao abandono e desertificação, onde ora aqui, ora acolá se encontra gente da classe etária um pouco mais alta que agradecem a visita de gentes, por exemplo como nós. Não deixa contudo de oferecer uma beleza modesta a terras destas bandas.
Insólito, são as pessoas...
Insólito???!!!
As pessoas sim, porque o Tomás como que se a bicicleta dele não o cansasse, vai daí, agarra - se a...
Ovelhas???
Pois...
Amigo Tomás, bela montada não???!!!
Não a troques...
Continuando no insólito.
O Tomás ficou todo contente, quando fomos visitar esta aldeia do Rosmaninhal e, reparou que não é só em Tinalhas que o fuso horário acontece de maneira algo esquisita!!!!
Como se explica isto; Saída da Zebreira às 09H15 com chegada às 19H21´???!!! Ou seria 07H21´???!!!

Eis uma bela vista do alto da aldeia.
Esta, recuso - me a comentar as parecenças...
O obreiro da coisa, agradecendo a todos os presentes, entre eles ao Presidente da Junta de Freguesia do Rosmaninhal.
Agora, e por motivos profissionais vamos ter que fazer um interregno, ficando as duas etapas para um dia destes.
Outro obreiro da coisa é o Rogério que elabora todos os trilhos, em meu nome parabéns pela escolha.
Uma palavrinha aos meus companheiros que comigo quiseram fazer parte desta etapa. O meu bem haja por mais uma manhã bem passada na melhor companhia e das nossas bikes.
videoNão me sentia bem comigo próprio se não fzesse aqui uma alusão aos nossos Tugas.
Goste - se ou não, eles estão lá e sabe - se lá o que vão fazer. Pode ser a surpresa do Mundial 2010.
Força tugas, vamos a eles...
Pinto Infante

domingo, 6 de junho de 2010

...Domingo 6 de Junho, fui até às Tinalhas...

Dizia - se nos tempos de outrora que se ia às Tinalhas. Porquê?!
As Tinalhas é uma terra pacata onde o nome desta, se encontra no feminino, e vai daí se ir às Tinalhas.
Pelo 3º ano consecutivo, não falto a um passeio organizado por gente simpática, onde o timoneiro destas paradas, amigo de longa data, entrega o que tem e o que por vezes não tem em que a carolice impera neste evento. O meu amigo Victor fez questão desta vez em levar a rapaziada que por ali apareceu a visitar o património ainda possível de ver que as Tinalhas tem para ver e rever.
As Fontainhas.
Obras muito bonitas de ver, ligadas à lavoura, a bebedouros dos animais e se quisermos ao armazenamento de água para o gado beber. Parecidas e muito com as Leiteiras existentes em Alcains lá para os lados da Santa Apolónia, mas em tamanho mais pequeno.
Isto serviu de mote para lançar o desafio com o nome a fazer-lhes jus e que transformou este passeio com particular beleza.

Uma aldeia onde tenho não só o Victor, como mais alguns amigos de infância, colegas e família. Assim, aproveitei o dia para os rever e na companhia de outros tantos, incluindo os "Kuase Quotas" Luis dias e companhia,participei quase sempre acompanhado pelo João Barata e pelo Jorge. Foi um percurso desenrolado em singles, muitos deles desconhecidos, visto se encontrarem em terrenos particulares, e outros agregados e bem pela organização a este passeio.
Neste evento pedi emprestada uma montada ao meu amigo Osvaldo, ao qual agradeço a simpatia e experimentei uma bike rígida, onde já não andava numa desde uns anos atrás. Isto porque a minha foi conduzida por um peso pesado, o João Barata, e que serviu de teste à resistência da minha "Especialized". As afinações dela foram ao pormenor, suspensão, amortecedor, ar dos pneumáticos, e até o Rui do Amieiro fez questão de ultimar as afinações.
Pronto, mais um evento realizado por estas bandas da Beira, parabéns à organização que deveras teve muito trabalho mesmo de roçadora na mão para humildemente mostrar o que ainda se vê por ali.
...Sem travões e lentamente...
Pinto Infante

quinta-feira, 3 de junho de 2010

...recordações de Anibal Sequeira...

Boas leitores do meu cantinho. Desta vez a bicicleta ficou bem guardadinha, e só para fotos, porque tenho dado bem ao pedal durante a semana , e sempre que posso ao fim de semana. Assim, e com prazer recebi do meu amigo e vizinho Anibal Sequeira umas belas fotos elaboradas com as máquinas fotográficas que o acompanharam na sua vida pessoal e profissional. Resolvi então com a devida autorização coloca-las aqui no meu blog.
Estas fotos ilustram bem a arte deste tenor da foto a preto e branco, e que fazem parte do seu livro de fotografias, onde algumas retratam os afazeres da lavoura e vida quotidiana pelas bandas da Lardosa e não só. Por sinal,este livro esteve à venda na ultima edição da Feira do Feijão 2009, onde tive a sorte de adquirir um, e que bem que fica na prateleira das recordações cá de casa. Nascido na Lardosa a 8 de Janeiro de 1937, fez da fotografia objecto de trabalho onde consta do seu vasto curriculum o cunho do jornal "Expresso" entre outros. Ora deêm uma olhadela neste pequeno album de recordações.
Blog de Anibal Sequeira aqui:

Sei que estas fotos nada têm a ver com bike ou coisas que o valhe, mas não reisiti em partilha-las com vocês, e prestar a minha homenagem e consideração a este homem que tanto escreveu com a sua ferramenta. Mas já agora por falar em bicicleta: Que tal Tinalhas e as Fontaínhas?! Visconde?! Quem alinha?!

Eu vou, e comigo vou levar, as voltas do Pinto Infante....sem travões, a subir lentamente...
Pinto Infante