terça-feira, 8 de junho de 2010

Ligação Zebreira versus Rosmaninhal

Tudo pronto para mais uma etapa de serviço onde o Cicerone destas andanças, o Cap. Zé Luis Alves delineou desta vez a ligação Zebreira/Rosmaninhal. Os obreiros da coisa, os de sempre. Pedalar, uma coisa que além de fazer bem à Saúde, concilia a amizade ao trabalho. O pelotão por razões profissionais mais reduzido do que costume, mas sempre bem composto.
3ª Feira de manhã, assim meti desta vez a minha montada com côr de logística, mas minha querida bike, e na companhia dos do costume lá fui até à Zebreira, local onde tinhamos acabado a ultima etapa. Já só faltam 2 das 7 para completarmos este ciclo muito bem organizado.
O participantes possiveis desta ligação.


Sabia de ante - mão que o meu amigo e companheiro de trabalho, profundo conhecedor desta região, não deixava passar um convívio desta natureza sem pelo menos tentar mostrar - nos um pouco de natureza animal existente por aqui. Os veados, gamos ou mesmo javalis que, a esta hora do dia passeam a seu belo prazer nesta região de reserva.

Ah pois é...
Esta foto é de verdade. Assistência a quanto obrigas?!
Pena, mesmo muita pena tenho eu, em não poder mostrar o que as minhas retinas viram, e que em muito embelezaram esta volta. Foi logo à saída da Zebreira que abri a boca. Com rapidez, tentei em vão apanhar na minha digital a imponência de um veado saltando de vedação em vedação. Mesmo lindo. Uma das razões belas para que se ande de BTT.
Houve de tudo um pouco. Belos estradões, singles e, até uma grande cambalhota sem mal de maior mas, felizmente correu bem. Segundo apurámos no fim das contas feitas, o rapaz estava a comprir uma promessa. Trata- te Ramos, porque para susto chegou...
Com trilhos muito bem seleccionados, Popa, campos de vacas e montes, muitos montes fazendo lembrar o Alentejo foi onde passeamos.
Nunca tinha visitado o Rosmaninhal. Aldeia deitada ao abandono e desertificação, onde ora aqui, ora acolá se encontra gente da classe etária um pouco mais alta que agradecem a visita de gentes, por exemplo como nós. Não deixa contudo de oferecer uma beleza modesta a terras destas bandas.
Insólito, são as pessoas...
Insólito???!!!
As pessoas sim, porque o Tomás como que se a bicicleta dele não o cansasse, vai daí, agarra - se a...
Ovelhas???
Pois...
Amigo Tomás, bela montada não???!!!
Não a troques...
Continuando no insólito.
O Tomás ficou todo contente, quando fomos visitar esta aldeia do Rosmaninhal e, reparou que não é só em Tinalhas que o fuso horário acontece de maneira algo esquisita!!!!
Como se explica isto; Saída da Zebreira às 09H15 com chegada às 19H21´???!!! Ou seria 07H21´???!!!

Eis uma bela vista do alto da aldeia.
Esta, recuso - me a comentar as parecenças...
O obreiro da coisa, agradecendo a todos os presentes, entre eles ao Presidente da Junta de Freguesia do Rosmaninhal.
Agora, e por motivos profissionais vamos ter que fazer um interregno, ficando as duas etapas para um dia destes.
Outro obreiro da coisa é o Rogério que elabora todos os trilhos, em meu nome parabéns pela escolha.
Uma palavrinha aos meus companheiros que comigo quiseram fazer parte desta etapa. O meu bem haja por mais uma manhã bem passada na melhor companhia e das nossas bikes.
videoNão me sentia bem comigo próprio se não fzesse aqui uma alusão aos nossos Tugas.
Goste - se ou não, eles estão lá e sabe - se lá o que vão fazer. Pode ser a surpresa do Mundial 2010.
Força tugas, vamos a eles...
Pinto Infante

Sem comentários: