quarta-feira, 5 de novembro de 2008

Matar saudades

Pois, como pensado, lá tive uma baldazita, 6 ª feira dia 31 de Outubro e tive o prazer de matar saudades da minha bela companheira. A minha "Especialized". Ai saudade saudade!!!
Durante a semana, a minha montada tem - me dado alguns problemas, nomeadamente com a transmissão! Ele é paredes para a direita, paredes para a esquerda, em frente, porra tanta parede( e não saio do mesmo lugar)...
Nada melhor do que saborear o cheiro em que tudo é bom quando a Natureza nos entra pelas ventas a dentro e nos proporciona verdadeiros momentos de magia;
O dia até que nem começou muito bem, relativamente à situação metereológica, mas por volta das 9H30 o São Pedro teve a feliz ideia de me brindar com algumas aparições de raios de sol...

Assim sendo, tinha a curiosidade de vasculhar uns cantinhos, entre Alcains, Escalos de Cima e Escalos de Baixo.

A digital, se não fosse para andar, hoje teria pouca memória, pois só dava mesmo era vontade de clicar!!!
Sem dúvida, frustrado com estes becos sem saída ciclável, mas de umas paisagens verdadeiramente espectaculares, que ao olhar dos pastores e agricultores, só com o consentimento deles foi possível algumas destas lindas fotos.

Lá para os lados dos Escalos, fui surpreendido então por uma terrível pancada de água, que até os cães beberam água de pé!!!
Nos entretantos, cheguei aquelas bandas, cafézito e de facto há coisas de sonho!!!
A tarde aproximava - se, e com a chuva a levantar, veio mais uma vez o sol raiando neste dia em que de manhã uma coisa, à tarde outra...
A minha burra, confidenciou - me que de facto, saudades, saudades também tinha; Agora molhada desta maneira, já não se lembrava!!!
Posto isto, e com o prazer realizado, foi tempo de regresso à Lardosa com 56 Kms percorridos, num piso em que por vezes me fizeram falta as correntes para agarrar na quantidade de lama existente pelos caminhos onde andei!!!
O melhor estava para vir...
A Natureza reservou - me o melhor para o fim, como que de um brinde se tratasse;
Ver chegar ao mundo mais uma destas criaturas, foi pura e simplesmente a cereja em cima do bolo. Logo no dia em que as saudades eram tantas da minha bike, acabar uma voltinha desta maneira, só podia mesmo ser comemorado com uma grande "MINE" à chegada...
Até outra, sem travões...
Pinto Infante

1 comentário:

Pedro disse...

ai ai tantas saudades