segunda-feira, 28 de maio de 2018

...maratona do Alegro...

Não é fácil nos dias de hoje, para quem gosta desta modalidade, participar num evento desta ou outra envergadura, pelo simples prazer de participar.
 Quem organiza, fá-lo com dedicação e qualidade, mas quase tudo é em prol da competição.
Quanto a mim que gosto deste mundo, a envolvência, começar e acabar direitinho, constituem objectivos únicos.
Se adicionarmos o aparato, ver malta que tal como eu gosta de simplesmente participar, e porque não ver os ditos atletas a arrancarem pedras e passarem por mim que me abanam(o que não é fácil), melhor ainda.
É a 2ª vez que participo neste(azarado)evento.
O ano passado, na minha opinião foi uma  dura, ou não estava bem preparado, mas pareceu mais difícil que este ano.
Azarado evento porquê:
Ora se no ano de 2017 fui picado por um moscardo(aos quais sou alérgico), este ano a minha companheira, vergou;
Sem saber como nem porquê, a minha corrente partiu 4 vezes.
A somar a estas 4, mais uma por solidariedade a um companheiro, arranjei a corrente acando também ele a maratona.
Nunca me tinha acontecido uma destas!!!
A última vez que partiu foi só quando faltava 1 km para a meta; coisa horrível...
Posto isto, e apesar de enervado mas feliz, direitinho, banho e belo repasto com ementa de frango na brasa.
Um evento na minha opinião de qualidade, que pertence não sei o quê de competição, com trilhos para todos os gostos, muito agradáveis, e notava-se escolhidos por que anda nisto.
O dia estava com temperaturas a condizer,
Parabéns à organização, porque Castelo Branco merece estas festas, sejam em torno da bicicleta, motos ou carros.
Para o ano, espero que à 3ª seja de vez, e me corra a coisa melhor.
Sem travões, agradecendo a companhia enquanto houve bicicleta do meu amigo Micaelo e filhote.
Pinto Infante

Sem comentários: